Saiba o que é sustentabilidade lucrativa e quais as suas vantagens
15 de Outubro de 2020

Saiba o que é sustentabilidade lucrativa e quais as suas vantagens

Com o crescimento do acesso à informação, a sociedade está cada vez mais atenta às questões ambientais. Da mesma forma, as empresas se preocupam em mostrar aos consumidores suas atitudes ecologicamente corretas. Nesse ponto, a sustentabilidade lucrativa se apresenta como uma solução para todos os envolvidos.

A sustentabilidade lucrativa mostra a evolução do pensamento de investidores, líderes, consumidores e gestores públicos. Dessa forma, além da preocupação com o retorno financeiro, as empresas também se preocupam com fatores ambientais e sociais, o que tende a crescer cada vez mais.

O que é sustentabilidade lucrativa?

Nesse contexto, a sustentabilidade lucrativa surge como um conjunto de ações colocadas em prática pelas empresas que buscam atitudes éticas e crescimento consciente. Além do lucro, a empresa deve buscar o respeito ao meio ambiente e à sociedade em que está inserida.

A sustentabilidade é baseada em três pilares principais: social, ambiental e econômico. Dessa forma, a sustentabilidade lucrativa está relacionada ao último fator, com base na ideia de que uma empresa deve expandir seus lucros de maneira ambientalmente sustentável.

Com isso, as organizações construídas com base nos três pilares da sustentabilidade geram vantagens para os trabalhadores, investidores, consumidores e para a sociedade em geral. Por isso, as empresas ecologicamente corretas têm mais chances de aumentar sua receita, criando um ciclo benéfico para todos os envolvidos.

O principal benefício da aplicação da sustentabilidade lucrativa é a diferenciação em meio ao mercado e a conquista de novos clientes. Assim, a empresa pode colocar em prática os conceitos do marketing verde, ou seja, vincular a imagem da organização às suas atitudes ecologicamente corretas.

A divulgação das ações ambientais e o investimento na imagem sustentável da organização ajudam a conquistar novos consumidores preocupados com essas questões sem colocar em risco os antigos clientes. Da mesma forma, muitos métodos e processos sustentáveis são mais econômicos, ou seja, além do aumento dos clientes e do lucro a empresa também pode expandir seus negócios.

Como realizar investimentos de impacto (impact investing)

Como já dissemos, a sustentabilidade lucrativa gera diversos benefícios para todos os envolvidos no ciclo de produção de uma organização. Por isso, o modelo de negócio que considera a redução dos impactos ambientais também tem atraído cada vez mais a atenção de investidores.

Ao longo do tempo, os investidores perceberam como as empresas com práticas sustentáveis são mais duradouras e lucrativas a longo prazo. Dessa forma, buscam organizações transparentes, que constroem um bom relacionamento com os funcionários, cuidam do meio ambiente e geram valor para a sociedade de maneira geral.

Por isso, os investimentos de impacto, ou impact investing, buscam, além de retorno econômico, um resultado socioambiental mensurável. A partir disso, esses investimentos são realizados em atividades específicas de cunho socioambiental, mas também em projetos de organizações, fundações, institutos e governos em busca de ações que combinem resultado financeiro e impacto social positivo.

Além disso, as empresas sustentáveis têm maiores chances de conseguirem isenções fiscais, investimentos e outras formas de incentivo governamental. Essas organizações que colocam a sustentabilidade lucrativa em prática costumam ter boa reputação entre clientes, fornecedores e consumidores, ou seja, têm altas chances de retorno.

Com a popularização desses conceitos surgem cada vez mais iniciativas ecologicamente corretas, com possibilidades de retorno a curto, médio e longo prazo. Dessa forma, as empresas mostram que é possível aliar consciência ecológica a retorno financeiro para seus investidores.

Uma das formas de realizar investimentos de impacto em empresas sustentáveis é o equity crowdfunding, também conhecido como crowdfunding de investimento. Essa aplicação é similar ao financiamento coletivo, a diferença é que os apoiadores tornam-se sócios do novo negócio, em vez de adquirir um produto ou serviço como o crowdfunding tradicional.

Assim, o equity crowdfunding é uma forma de financiamento em que os investidores fazem pequenos aportes na empresa, em muitos casos pela internet. Dessa forma, o investimento em empresas que aplicam a sustentabilidade lucrativa se torna cada vez mais fácil e gera cada vez mais retorno para todos os envolvidos.

Para saber mais sobre sustentabilidade lucrativa e outros assuntos relacionados a responsabilidade socioambiental, acompanhe o site e as nossas redes sociais.

Comentários para este post
Leia também
Inscreva-se em nossa newsletter