Design sustentável: como garantir a eficiência energética do seu projeto?
22 de Outubro de 2020

Design sustentável: como garantir a eficiência energética do seu projeto?

Os princípios da sustentabilidade podem ser aplicados em diversas esferas do dia a dia, desde a reutilização ou reaproveitamento de produtos até os materiais e técnicas utilizados pela construção civil na arquitetura de um imóvel. Dessa forma, o design sustentável pode contribuir para a eficiência energética ao unir estética, funcionalidade e sustentabilidade.

O design sustentável é a criação de produtos e soluções eficientes sem causar danos à natureza, tendo como base os princípios de sustentabilidade social, econômica e ecológica. Assim, tem como objetivo encontrar soluções ecologicamente benéficas, economicamente viáveis e socialmente equitativas.

Nesse sentido, o reaproveitamento ou reciclagem de materiais e a otimização de espaços são levados em consideração para garantir a eficiência energética. O design de interiores também pode ser sustentável se for baseado no uso consciente de materiais e espaços.

Para os profissionais de design e arquitetura, esses princípios podem ser colocados em prática no desenvolvimento de roupas, móveis, produtos e acessórios para a casa e escritório. Além disso, a busca por soluções sustentáveis deve ser realizada no planejamento de espaços e utilização de produtos que causem o mínimo impacto ao meio ambiente durante seu processo de produção.

Para os consumidores, a principal forma de continuar a aplicar os conceitos da sustentabilidade no dia a dia consiste na escolha de produtos e soluções ambientalmente conscientes. A adoção de um sistema de reciclagem e a escolha de produtos reciclados ou reaproveitados, além de materiais ecológicos, também fazem parte do design sustentável.

Eficiência energética e design sustentável

Um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, o número 7, é “Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos”. Portanto, a aplicação do design sustentável também inclui a busca por soluções para garantir a eficiência energética do local e atingir o objetivo número 13, “Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos”.

Atualmente, existem diversas tecnologias para garantir a sustentabilidade dos imóveis sem deixar de lado a funcionalidade e a estética. Conheça algumas opções para inserir o design sustentável no seu projeto:

Fachadas ventiladas

O sistema de fachadas ventiladas surgiu como uma solução para reduzir custos com energia para calefação e refrigeração. Para isso, utiliza a ventilação natural e ainda oferece proteção acústica aos ambientes.

Sua baixa necessidade de manutenção é outra vantagem, já que as placas podem ser substituídas individualmente de forma simples e prática. Além da utilização de materiais recicláveis e reutilizáveis, o sistema de fachadas ventiladas também reduz o consumo de energia e contribui para a sustentabilidade do imóvel.

Telhados verdes

Os telhados verdes ecológicos são amplamente conhecidos, já que armazenam água da chuva, captam energia solar através de placas fotovoltaicas e garantem a proteção térmica do local. Por isso, é uma solução muito utilizada para reduzir as ilhas de calor nos centros urbanos, já que reduz o consumo de ar condicionado e contribui para o conforto térmico nos ambientes.

O telhado verde também promove o tratamento do esgoto sanitário local e atua como purificador da poluição urbana, ou seja, promove a eficiência dos recursos onde está instalado e também contribui para o planeta.

Sistemas de aquecimento e resfriamento

Para evitar que a climatização de ambientes quentes ou frios, escape pelas janelas, é preciso investir em produtos de qualidade e com o isolamento adequado. Em uma edificação, esse fator previne o uso excessivo de energia, já que ajuda a manter a temperatura interna dos ambientes.

Dessa forma, os vidros podem ser usados para garantir a eficiência energética e, aliados a um bom isolamento térmico, aproveitam o calor do sol e permitem o controle da temperatura.

Iluminação

A iluminação é um dos principais aspectos a serem considerados para garantir a eficiência energética de um projeto. Por isso, em geral, profissionais como arquitetos e designers de interiores trabalham a partir dessas soluções.

Uma das formas de economizar energia é escolher cores mais claras, já que refletem mais luz e demandam menor iluminação artificial. Porém, é preciso ter um contraste para que o excesso da luz não prejudique tarefas cotidianas, como assistir à televisão, por exemplo. O sistema de iluminação também passa pela escolha das lâmpadas e luminárias adequadas de acordo com a finalidade dos cômodos.

O design sustentável também pode ser aplicado na escolha dos móveis e acessórios para a casa, por exemplo. Dessa forma, é possível colocar em prática os princípios da sustentabilidade e contribuir para a eficiência energética do planeta.

Para saber mais, acompanhe as notícias no site e nas nossas redes sociais.

Comentários para este post
Leia também
Inscreva-se em nossa newsletter